quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

-- Promessas2011 --

Olha a pegadinha do Malandro, claro que faria um post sobre minhas promessas para 2011 antes de partir para correria destes últimos dias de 2010. Quero nada muito difícil:

- Ficar RICA sem trabalhar MUITO. Sim quero jogar na mega sena com mais frequência. Pq nem tudo cai do céu né?;

- Quero começar a cursar psicologia, se a UFES ajudar, e se eu não perder a data do ENEM de novo;

- Quero EMAGRECER uns 20kg, melhor 30 somando com os 10 que fiquei devendo da promessa de 2010;

- Vou começar a pedalar, fazer EXERCICÍOS físicos em geral, antes q meu médico desista de mim;

- TRANSAR mais, afinal tbm é um tipo de exercício;

- Quero aprender a BEBER, pq vou te contar hein. Ou ficar bem sem beber o que já é pedir muito.

- Quero criar RELACIONAMENTO com as pessoas, vários tipos de relacionamentos, amizade, carinho, mas namoro, acho que vou adotar uma música das antigas, que encontrei com a vinheta da Globo no Post passado. Então meu tema de 2011 será:
"Não sou do tipo que faz comício
Tenho horror a compromisso...

Você pode fazer
O que quiser comigo
Eu não ligo!

Eu Sou Free (Eu sou Free!)
Sempre Free (Sempre Free!)
Sou Free Demais

Mas você não tem muita chance
Não me venha com romance
Porque eu sou free

Free Lance!
Ah! Ah! Ah! Ah!
Free Lance!
Ah! Ah! Ah! Ah!..."

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

-- Reveillon --

Bom, tenho umas histórias bizarras parar contar sobre REVEILLON.
Nos primeiros anos de minha vida, geralmente virava o ano na igreja com minha mãe e irmãos, o que não preciso dizer que era né? Depois disso comecei a fazer as merdas por conta própria.
Teve um ano que estava no interior de Minas, e a família preparando aquela festa, quando as 22:00h do dia 31 recebemos a notícia de que minha tia de primeiro grau havia morrido, tia essa que era muito querida por sinal, então a festa virou VELÓRIO. Velórios tem lá suas graças, principalmente pq você não pode rir, em tese, da pouca graça que encontramos nesse tipo de ambiente.
Em outro ano resolvi que iria para Domingos Martins, ALONE, ficar num hotel fazenda, pq queria virar o ano sozinha, andar a cavalo. Mas o lugar me deixou tão deprimida que no mesmo dia 31 voltei pra VV e passei o reveillon com a família, bebemos horrores, deitamos no meio da rua, atrapalhamos o trânsito e fomos para praia, como não poderia virar o ano sem levar um prejuízo, entrei no mar de roupa e tudo, matei meu celular afogado e joguei uma rosa vermelha (MALDITA) no mar, o que sinceramente me deu um azar do cacete no ano que começara.
Reveillon do ano passado, fui para o interior de Minas, até que animada para reencontrar meus amigos, mas meus amigos fuderam a paçoca pq estavam com as namoradas, ou seja nada de atenção para moniquinha. Resolvi que iria me apagar, tomei não me lembro quantos comprimidos de Rivotril, mas depois não sei pq nem muito menos sei como, resolvi ir pra festa da família, que é sempre animada, por sinal. Não me lembro como me vesti, com meu vestido lindo preto tomara que caia e all star, fui pra festa, dancei com meu tio, comi não sei o que, conversei com pessoas, isso tudo DOPADA de remédio, e isso tudo me contaram pq eu sinceramente só me lembro de ter apagado na sala da casa do meu tio. Logo sai como a drogada da família né?
Em 2010, meus últimos dias do ano tendem a ser mais agitados vou pra BH dia 30 buscar minhas coisas(divórcio que nunca mais saiu) e depois vou para o interior de Minas, virar o ano com mamys e tentar aproveitar a festa da família, sem vexames desta vez.
Nem toda virada é perfeita né, fazer o que? Tá achando que tudo é Copacabana?

Sobre o reveillon, realmente nos leva a pensar no ano que passou e a projetar o futuro, não acho data tão idiota quanto o natal e sua simbologia besta. Mas como sempre as pessoas conseguem né? 31 de dezembro só é final de um ano, no dia primeiro vc só vai esta de ressaca, alguns quilos mais gorda.  Quem dera as coisas terminassem e começassem de novo com o findar de um ano. E essa de agradecer? Você tem realmente o que agradecer por essa vidinha de merda que você leva, tem gente que se fudeu o ano todo e vai agradecer? Não é ser pessimista não, é não ser imbecil. Tem gente que no máximo tenta sentir esperança de que o próximo ano seja menos ruim. Que mania besta de todo mundo ficar bonzinho no fim do ano. Conheço gente que me manda tomar no cu com mais sinceridade do que alguém que me deseja feliz ano novo. Dias são dias, são a mesma coisa, são uma continuidade, as merdas que você fez em 2010 vão refletir no seu feliz 2011. Nem a poderosa rede Globo, muda essa porra de vinheta, que diz ser um novo tempo de um novo dia, mas a música é sempre a mesma, entende, continuidade! Início e fim são linhas imaginárias. [ AQUI Vinheta do ano de 1985, ano especial pq eu nasci, sorry!] Se todos os sonhos virassem verdade, todos já teríamos ganhado na loteria, tô errada?

Então, sendo sincera, o que desejo para todos os doidos leitores deste blog é que:
2011 PEGUE LEVE!
Não tão leve que nos deixe no tédio, nem tão pesado que nos faça sentir saudades de 2010.
E que os nossos blogs sobrevivam a mais um ano.

KY
Então post agora só o ano que vem hein, será? Outra merda, tudo agora É SÓ O ANO QUE VEM HEIN. Toma no cu.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

-- EternoRetornoM --

Bom fiz um novo rabisco, leia-se tatuagem, com um símbolo que muita gente faz, o símbolo do infinito ou oito deitado. Pra cada um tem seu significado. Pra mim o significado era tão complexo, que acabou não saindo exatamente da forma como eu gostaria.




A minha intenção foi misturar duas teorias, a Teoria do Eterno Retorno(de Nietzsche, meu queridinho, que é simbolizada pelo oito deitado) em conjunto com a Teoria M. O que eu queria unindo essas duas teorias em tese tão diferentes:
A Teoria do Eterno Retorno (vide vídeo) nos leva a pensar na possibilidade de ter que viver a mesma vida, exatamente a mesma vida, por várias vezes, com as mesmas dores e escolhas que fizemos um dia. Pensar em tal teoria nos leva a agir de forma mais consciente, tentar errar menos, mas ao mesmo tempo não perder tempo, oportunidades, não perder vida.
A Teoria M, ou teria das multi dimensões diz que existimos em diversas dimensões e em cada uma dessas dimensões escolhes algo diferente o que nos leva a ter realidades diferentes. Tal teoria me leva a imaginar as consequências de minhas escolhas, mesmo que infelizmente não exista as dimensões, eu sei que uma delas poderei tornar realidade.
Do filme "Quando Nietzsche chorou" Super recomendo!!!

Pode parecer um pouco complexo, por certo, meu resumo das duas teorias é medíocre, mas me ajudam a decidir as coisas. Pode parecer um cliche, mas é mais profundo que isso, uma escolha não é apenas uma escolha se você sofrer eterno retorno de suas consequências. No fundo acho q foi isso que Nietzsche quis dizer um dia e essa mistura que fiz com a Teoria M é para me lembrar que SEMPRE terei opções, até que eu decida, tudo me é possível.

"Eu poderia lhe dar um pensamento.... Cada ato que você escolher, você escolherá para sempre. Então toda vida não vivida permaneceria dentro de você por toda eternidade, não vivida.
Gosta desta ideia ou a detesta? ESCOLHA."

domingo, 26 de dezembro de 2010

-- Rebolar --

E L V I S   P R E S L E Y

 REI e precursor da DANÇA DO QUEIJO! O_O
(Vide 0:34 / 1:01)

"... É preciso Rebolar para atrair uma multidão..."
Pois é, pois é, pois é!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

-- Buenas --

Pq não somos obrigados a nada. Dormir, dormir, coma induzido.
Não quero morrer, só não quer viver um dia, e não quero viver o natal de 2010.


"Mudei-me da casa dos eruditos e bati a porta ao sair. 
Por muito tempo, a minha alma assentou-se faminta à sua mesa.
Não sou como eles, treinados a buscar o conhecimento como especialistas em rachar fios de cabelo ao meio.
Amo a liberdade. Amo o ar sobre a terra fresca. 
É melhor dormir em meios às vacas, que em meio às suas etiquetas e respeitabilidades."

BOA NOITE! =)

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

-- Jingobel --

Eu não queria reclamar do Natal, mas vou ter que fazer isso, pq não me aguento né. Respeitando tudo que todo mundo acredita, ok? Antes de começar o mês de Dezembro, fui no supermercado/shopping e a decoração de natal já estava lá para me assombrar.
Acho que a vibe que as pessoas ficam nessa época muito bizarra. Fuderam umas as outras o ano inteiro, quando chega nessa época todo mundo se ama? Deseja felicidade pra qualquer estranho. Eu não consigo falar nada da boca pra fora, eu não desejo felicidade pra estranhos, não desejo nada para estranhos.
Feliz Natal, difícil não ser feliz quando se tem a família por perto, as melhores comidas do mundo, ganhar presente, beber vinho tinto de garrafão(Uíii!).
Mas no fundo não tem sentido, pra quem não acredita em nada, não passa de um bom pretexto pra comer, beber e consumir. Pq precisamos de um pretexto para fazer bem para alguém, reunir pessoas, ingerir calorias ou vinho barato?

Psicologicamente falando, o que o natal faz com as pessoas é interessante, que tenham sentimentos bonitinhos nem que seja uma vez no ano né(já é alguma coisa), mesmo que seja algo induzido e condicionado.
O que mata realmente no natal é no que as pessoas transformam o esse sentimentalismo todo. E-mails bregas, essa teoria toda sobre o nascimento de jesus, que ninguém lembra quando tá bêbado cometendo o pecado da gula, comendo aquela rabanada. Vestem os vendedores de lojas com aquele gorrinho ridículo de papai noel, e tocam musiquinha de natal o dia inteiro na cabeça deles(amor ao próximo, kdê vc?), o mesmo gorrinho que aparece em TODAS as logomarcas de sites, empresas, etc, a criatividade que falta na publicidade, sobra pra inventar teorias e elaborar todas aquelas babozeiras inseridas em PPT.  Todo mundo ama todo mundo, mas ainda assim, se matam pra conseguir tal produto na promoção nas lojas.
Outra coisa de fuder a paçoca são os especiais de fim de ano, os da Globo né, quase um TheWalkingDead,(com seus mortos vivos), desenterram o Roberto Carlos, a Xuxa, a Simone e esse ano até o Fábio Jr. As pessoas criam as datas, as próprias pessoas estragam, criam esse contexto sentimental para tentarem acreditar que a humanidade ainda tem jeito, mas no dia 26, a realidade volta, as contas ficam, o engov entra.
Bom desabafei, mas prometi pra uma pessoinha que iria fazer um post otimista, então vou entrar nesse clima de natal com a famosa musiquinha(irritante):
"... Que seja feliz quem souber o que é o BEM..."
bem
s. m.
1. O que é bom, lícito e recomendável.
2. Benefícios.
3. A pessoa amada.
Então professor Pasquale, sei o que é bem, que eu SEJE feliz!!!!!! o/
Agora alguém me dê meu presente POR FAVORRR! Aqui óhh!

domingo, 19 de dezembro de 2010

-- IN(certeza) --

Me pergunto se é normal possuir com a mesma intensidade, ânsia por mudanças e medo de mudar?



A vida é como correr vendado o tempo todo.
"A única certeza é que não existe certeza."

-- Someday --

É preciso muita maturidade para dar segundas chances. Eu sempre dei chances, as vezes, chances demais. Difícil é encontrar alguém que dê uma segunda chance pra gente. Erramos, passamos por momentos confusos, e as vezes fazemos a escolha errada, mas não precisamos de uma máquina no tempo para escolher de novo e dessa vez não errar.
Chega um dia em que olhamos para trás e nos perguntamos pq tal pessoa gosta ou gostava tanto da gente, pq ela esteve sempre comigo? Chega sempre o dia em que nosso amor e apoio é reconhecido, ou reconhecemos isso em alguém, e com sorte, muita sorte, você tem uma nova chance de viver o que deveria ter vivido a muito. Não perca a chance de dar uma segunda chance e de receber a sua. Puxe na memória, quem esteve sempre ao seu lado? Quem amou você como mais ninguém(tirando sua mãe, ok)? Melhor seria não precisar de segunda chance, observando isso no presente.
Eu e minha amiga ficamos escutando músicas antigas ontem e achamos Sugar Ray
Ritmo gostoso que me faz lembrar praia sempre. *-*

"Someday...
When my life has passed me by
I lay around and wonder why you were always there for me..."

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

-- Lar --

Oisss, estou mudando de novo, mas dessa vez não de estado, mas de bairro. Um novo cubículo, com novas pessoas e suas histórias. Mudar de ar é bom. De fato, gosto de onde moro hoje, gosto das pessoas daqui, gosto pq me parece ser perto de tudo. Mas assim como é perto de lugares, me deixa perto de lembranças que prefiro deixar distantes.
O lugar é menor q o cubículo q vcs conheceram no começo do blog, ou seja é um mini cubículo, mas é mais próximo da praia, que eu gosto SÓ a noite, é próximo do meu trabalho que hje eu pego 2 bus pra chegar, então vou me livrar do busão todo dia, o que já é muito bom.
Essas duas últimas semanas do ano prometem, espero que dessa vez eu acerte nas mudanças. Eu não me arrependo de ter ido pra BH, afinal, tenho histórias de lá. Mas me arrependo menos ainda de ter voltado pra cá. Fugir, de fato, não resolve os problemas, os fantasmas vão junto com você, e os fantasmas que me perseguiam aqui, me incomodam cada vez menos, posso dizer que já estão parecendo com pessoas idiotas embaixo de um lençol branco alá Chaves. De qualquer forma é bom ficar longe de tudo por um tempo.
Me desejem sorte. Que onde eu esteja seja meu lar, mesmo sem contrato de aluguel(que eu detesto ficar presa), que eu me conecte de certa forma ao local e as pessoas, como aconteceu aqui.

Meu lema siempreee:
"Meu lar é sempre onde estou, meu lar está na minha mente, meu lar são meus pensamentos, meu lar é pensar as coisas que eu penso. Esse é meu lar. Meu lar não é um lugar material por ai... meu lar está na minha mente." 
(Bob Marley)

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

-- CampanhadeNatal --

Dingobel,dingobel.... Já disse que odeio Natal? A decoração, papai noel, esse espírito sentimental que domina as pessoas nessa epoca, os especiais na TV., o chapeuzinho vermelho presente em todas as logos(falta de criatividade, #jesuis) e essa porra de musiquinha.
Mas se tem algo que todo mundo gosta é de ganhar presente, e eu já escolhi o meu, como tá salgadinho(até nisso é parecido hein) O PREÇO, vou ter q pedir doações. E como fui uma boa pseudo blogueira esse ano, acho que eu mereço.
Vc encontra AQUI pra comprar.Ok, ok, tá os olhos da face, pode ser um modelo mais barato e sem música, mas que seja com controle remoto, de preferência recarregável, pq pilhas podem acabar bem no meio e putz né, a prova d'água, e q não tenha o formato exato, pq são ridículos e quero uma coisa que seja bonitinha e realmente funcione(o que não é o caso do original,m pq nunca leva a gente láaaaa.).
Ajudem sua amiga aqui a não ter L.E.R. em 2011. Faça sua doação, me dê quase que literalmente um mãozinha hauhauhuh. o/ Passo meu endereço ou minha conta via e-mail. =*

domingo, 12 de dezembro de 2010

-- MeKiki --

"Não sou flor que se cheire.
Não tenho limites. Como diz meu terapeuta, tenho problemas com limites.
Não consigo distinguir o lado de dentro e o lado de fora.
Minha pele esta ao avesso.
Minhas vísceras a exposição.
Sinto como se todos pudessem ver através de mim.
Sou transparente, tão transparente que devo gritar para que as pessoas me vejam.
Não tenho jeito para o amor. Mas estou cansada de ficar apenas com migalhas.
Isso não é legal. Não estou jogando limpo, é golpe baixo.
Pq essa é minha especialidade.
Não consigo controlar meus sentimentos.
Sou descartada como vomito em um saco de papel.
Não posso me controlar, eu explodo. Sou minha própria bomba.
Meu cérebro é uma Hiroshima permanente e meu despertar um cataclisma.
Sou meu pior drama.
Me encontrei e não consigo me livrar de mim."

Minha conclusão do FDS extraída do filme Borderline.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

-- Sóbria --

"Representar não é a realidade - é mais cruel do que a realidade." 

 
"Sou demasiado orgulhoso para acreditar que um homem me ame: seria supor que ele sabe quem sou eu.  
Também não acredito que possa amar alguém: pressuporia que eu achasse um homem da minha condição."
 (Nietzsche)

Pode parecer triste, mas escolhi a pílula vermelha.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

-- SiriPêlos --

Seja siri ou caranguejo, não importa, o que sei é que o ser humano come cada coisa nojenta que #deurmelibre.
Eu sei, sou fresca, não gosto dessas coisas diferentes, e nesse caso, além de ser um sacrifício muito grande, quebrar o bichinho pra comer um pouquinho de carne, carne que é até saborosa, (pelo pequeno pedaço que provei), ver o siriguejo inteiro, olhando com aqueles olhinhos pra gente, é horrível.




O que tem dentro dele é nojento, as tripas, tudo inteiro, véi que nojoooo. Agora a pior parte pra mim, foi ver pessoas chupando as patinhas, e as patinhas tem pêlos. Quase vomitei.
Ai falaram pra mim que sou muito fresca, que os humanos chupam outras coisas que tem pêlos e não sentem nojo. Para os inocentes que aparecem por aqui, os virgens(se forem maiores de 18, vemK), e os que tem problemas mentais e não entenderam a comparação, vou explicar, estavam falando dos órgãos sexuais, sexo oral, ou tbm pode ser uma orelha cabeluda de um idoso.
Para manter o nível do blog, vamos continuar falando de bichinhos, como se já não fosse desconfortável suficiente quando acontece de ficar um pêlo daquele pintinho ou daquela perereca(ops, não tem pêlo, alguma sugestão de bicho?) na sua boca, vc ainda procura mais pêlos pra chupar? 
Diante dos fatos, chego a duas conclusões:
1) Não beijo na boca de quem come siriguejo; (Nojinho, nojinho);
2) Sr. Siriguejo depila. O_O ( Q o Bob é fêmea, não é novidade, né.... lindão?)

domingo, 5 de dezembro de 2010

-- Boiler --

"O oceano, nunca deixa de provocar alguém a se inspirar em bobagens filosóficas. Bobagens de peso, como a vida, a morte e a fé e toda essa tolice desconcertante. A porra do universo. A aparente insignificância do indivíduo nele. Mas somos insignificantes? Pegue como exemplo, esse indivíduo, ontem encheu a cara com vontade e hoje ele esta pagando o doloroso preço... Mas o que vai ser do indivíduo? Esta condenado a ser como é, governado sempre pelo medo, pela confusão e pela raiva? Ou, após essa merda que passou e superou, ele sairá de lá um indivíduo melhor?" (A recompensa de Perrier)

"Eu não te odeio, só odeio essa vontade de vomitar que sinto ao lembrar que você ainda vive."


"Looks like I'm gonna do everything myself
Maybe I could use some help
but hell, if ya want somethin' done right
you gotta do it yourself

Maybe life is up and down
but my life's been (what?)
till now


Why did I have to go and meet somebody like you?
Why did you have to go and hurt somebody like me?"
 
Essa música me veio a cabeça diversas vezes esse fds, acho q ela é pra mim, nem precisaria dizer nada, ela diz tudo. Ninguém deve esta entendendo o motivo deste post, é confuso mesmo, só estou vomitando o que sobrou de um fds confuso.  Bebeu, abraça a privada.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

-- ForteVirada --

Quando vi isso mentalizei: MEUS PROBLEMAS ACABARAM. Fórmula completa, combate tudo que uma mulher de 25 anos que parece ter 80, que esta sendo arrastada pra sair de casa, precisa. *O*



REVIGORANTE.

  ESTIMULANTE SEXUAL.

  ANTI STRESS.


annndddddddd



Dê uma forte virada na sua vida tbm! Use ForteViron.... *-*

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

-- PostdeQuinta --

 Mercúrio faz pássaros virarem gays!!!! O_O 


Pra quem não sabe, o Merthiolate contém Mercúrio.
Quem usou Merthiolate na infância ae tá com a mão amarela!!!!!!!!!
huahuhauahua

terça-feira, 30 de novembro de 2010

-- AhFoda-se --

Me perguntaram qual era minha estaca num post anterior, e eu digo que o que me faltava para me libertar dessas estacas, cortar minha orelha de Van Gogh, é um punhado de:
FODA-SE
  

"Em certas circunstâncias, um palavrão provoca um alívio inatingível até pela oração."

Foda-se o que não deu tempo pra fazer. Foda-se as pessoas que dizem foda-se para você. Foda-se para os pais que não são pais. Foda-se para homens que são moleques. Foda-se para as pessoas que fogem. Foda-se para as pessoas que brigam. Foda-se o amor. Foda-se o casamento. Foda-se a balança. Foda-se o espelho. Foda-se seu julgamento. Foda-se a família que não é família. Foda-se os amigos que não são amigos. Foda-se o que você vai dizer sobre isso. Foda-se o que você pensa. Foda-se o tanto faz. Foda-se o faço questão. Foda-se seu dedo podre para pessoas. Foda-se sua dieta maldita. Foda-se as filas. Foda-se o blábláblá. Foda-se o presente. Foda-se mais ainda o passado. Foda-se o futuro. Foda-se Você. Foda-se o que pensam de mim. Foda-se o que não me lembro agora.  Foda-se o que eu estou dizendo.

domingo, 28 de novembro de 2010

-- MWResponde --

Acho que se o selo fosse "Esse blog me faz chorar" seria mais adequado, hauhauhau. Resumidamente, quer me conhecer é só escutar essa música do Raul:
"... Trancado dentro de mim mesmo
Eu sou um canceriano sem lar...
Eu tomo café pra mim não chorar
Pergunto à nuvem preta quando o sol vai brilhar...
Estou deitado em minha vida
E o soro que me induz a lutar
Estou na Clínica Tobias
Tão longe do aconchego do lar..."

Não estou muito ligada nesses selos não, mas a  JulieWay me dedicou o Selo "Esse blog me faz Feliz" e me deu de presente ter que responder esse questionário, parecido com entrevista de emprego ou com aqueles cadernos de perguntas de antigamente, alguém se lembra?  Bora lá:

1°) O que pretendo fazer antes de morrer?
- Escrever um livro(aprender a escrever); Aprender a dirigir e comprar um motor home; Aprender a nadar;  Ser magra e bonita; Ter a ilusão de que estou amando, pelo menos mais uma vez; Dar a volta ao mundo; Por fim, escolher como e quando quero morrer;


2°) Palavras ou expressões que mais falo:
Xuxu; Enfim; #Gozei; #morri; Jura? É mesmo? Ahrannnn!!! Ignorância me comove(a minha ou dos outros); Sorry!; Seiiii!


3°) Coisas que faço bem:
Meu trabalho;  Pessoas se apaixonarem por mim; Machucar essas pessoas (sem querer, as vezes querendo); Fugir de algumas decisões por algum tempo; Provocar, provocar e cair fora; Sexo (menos anal); Beijo; Penso.  

4°) Meus defeitos:
Direta e as vezes grossa; Acertar bem na ferida dos outros; Depressiva; Bipolar; Carente; Autoritária; Impaciente; Penso.


5°) Minhas qualidades:
Inteligente; Estratégica; Encantadora *-* Carinhosa; Independente; Penso.

6°) Coisas que amo:
Meu blog *-------* Coisa errada: o cara errado, a comida q mais engorda; Minha mamys e algumas poucas pessoas da minha família; Meus poucos amigos e ex namorados; Música; Cinema; Literatura; Filosofia / Psicologia; Teoria M; Internet; "Brincar" / Jogar / Testar pessoas;
 
7°)  Blogs para participar do desafio:
- Discordando do Mundo;
- O Ninho do Grifo;
- Belos e Malvados;
- Pense Sobre;
- O bom e velho clichê;


Os blogs que indiquei são de pessoas que preferem não se expor, mas não custa tentar conhecer um pouco mais das pessoas que escrevem textos que amamos tanto né? E q estão espalhados pelo Brasil.

Quem não chora?
Não acorda com os olhos inchados... ahuahuah

sábado, 27 de novembro de 2010

-- Estacas --

"Quando o elefante é jovem e relativamente fraco, ele é amarrado a uma estaca. Então depois, não importa o quão forte ele seja, ele ainda acredita q não consegue se soltar."

Muitas pessoas são como elefantes de circo, presos a estacas insignificantes diante de seu tamanho, podem ser estacas que nós mesmos criamos ou por nunca questionarmos as limitações q nos foram impostas.
Me arrisco a dizer que nossas estacas estão diretamente ligadas com a maneira que lidamos com nossos sentimentos.

-o: Amor eterno q terminou; -o: Homem ou mulher da nossa vida, q se foi, do ninguém é insubstituível. -o: Preconceito, homem não pode fazer isso, mulher não pode fazer aquilo, homossexuais não podem fazer nada; -o: Medo da solidão, da morte, de sair de casa, de arriscar; -o: Religião, aguardando ajuda divina, mas o que acontece é adquirir mais estacas, pois nos impõe mais regras sem fundamento.-o: Mágoa, raiva que guardamos de coisas que aconteceram a anos, e ainda nos afeta como se fosse hoje. -o: Comodismo, desmotivação, derrotismo, auto piedade.-o: Impossível, já é tarde demais;-o: Espelho, Idade, Balança;

Por certo, cada um tem sua estaca.Sei que é muito auto ajuda e piegas, óbvio dizer que devemos nos livrar dessas estacas, mas é fato. E pra continuar com exemplo de elefantes, me lembrei do Dumbo, que usou suas estacas para se libertar. Ele tinha orelhas grandes demais e todos os ridicularizavam por isso, ele chorou e ficou preso ao que os outros diziam, até que um dia com as mesmas orelhas enormes ele fez o que ninguém mais conseguia fazer e se libertou.

Dumbo - Foco 7:35 / 10:00

As vezes é preciso algum artifício, como no caso do Dumbo, a "pena mágica", mas o importante e se livras das estacas e em seguida se livrar do tal artifício para que ele tbm não se torne uma estaca. Trazendo para nossa realidade, esse artifício pode ser o tempo, a razão, um analista, amor fati, auto conhecimento.
Mas não se engane, pode parecer fácil, mas não é, se libertar de uma estaca sem enterrar outra. Muitas pessoas cairiam em depressão se perdessem sua fé, religião, ou o conceito de amor, que seu casamento será eterno. É preciso auto conhecimento para saber qual estaca te sustenta e força de vontade para arrancar as que você não quer.

É preciso arrancar a estaca do chão, sem perder o chão.


"A angustia existencial é uma constante naqueles que se libertam das amarras ilusórias e alienantes da vida."

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

-- VoudeTaxiCêSabe --

 Hoje estamos sofrendo com a greve dos motoristas de ônibus aqui na Grande Vitória/ES. Logo me lembrei da música(se a gente pode chamar isso de música né?) "VOU DE TÁXI". E não me recordava de quão profunda é a letra de uma música cantada por uma apresentadora de programa infantil na época, analisemos:

"Pela janela do meu quarto ouço a buzina, me chamando. Quem será que vem me acordar?"
Quando a gente chama um táxi, geralmente a gente fica esperando por ele, a tapada chama o táxi, dorme e esquece e se pergunta quem é? ¬¬

"Mas no banho foi só me tocar, de repente lembrei do teu olhar..."
Siririca Angelicaaaaa!!!!!! O_O

"Vou de táxi "cê" sabe "tava" morrendo de saudade. Mas não lembro do teu nome."
Tá morrendo de saudade de alguém q nem lembra o nome? Hannnn Fiquei confusa.

"... Me leva , me faz viajar... Pelo céu, pelo sol, pelo ar, pelo mar... A escola pode esperar..."
Isso é conselho q se dê para crianças?


Agora pior que a letra, só o clip né? Pergunta:
KDÊ O  TÁXI???

domingo, 21 de novembro de 2010

-- MeiaIdade --

Crise de meia idade, costuma acontecer aos 50 anos. Mas como sempre fui precoce, acho q tenho crises de meia idade desde os meus 18 anos. Afinal toda idade é meia idade de alguma idade, certo?
Ontem assisti um filme chamado "GreenBerg", nenhuma grande produção, mas que me fez refletir e afloraou minha crise de meia idade. 
Greenberg é um cara, solteirão de 40 anos e depois de ter desperdiçado boas oportunidades na vida, simplesmente não tem nada. Ele volta para a cidade em que vivia quando era jovem e encontra seus amigos, tbm não tão bem sucedidos, mas com esposas e filhos. O churrasco para os amigos vira quase uma festa infantil. Ele se sente deslocado diante dos assuntos dos pais de família. Ele fica sem lugar, não se enquadra aos velhos amigos com seus novos interesses e obrigações e não se enquadra quando tenta sair com pessoas mais jovens. Tive medo de chegar oas 40 como o GreenBerg, carrancudo, mal humorado, sem saber dirigir e nadar(coisas q eu não sei aos 25). Para mim existem três pontos fundamentais que caracterizam uma crise de meia idade:

1) Ter a idade que tem: Vc deve se vestir e se comportar como tal. Todo mundo implica quando uso all star, acham que eu deveria ser mais mulher. As vezes me pego pensando, não usa isso q isso é coisa de adolescente. Não faça isso pq é coisa de adolescente. Acho q daqui a alguns anos estarei me vestindo como uma idosa de 80 anos, com coquinho e tudo.(Mas me livrai da sobrancelha de henna cafona. Amém!)
Minha mãe me disse uma vez pra tomar cuidado com o exagero de tatuagens, pq a gente envelhece e tatuagem deve ficar muito feia em pelanca. Né?
 
2) Achar sua tribo: É desesperador quando todos os seus amigos estão casados e tem filhos e só falam sobre isso, e você que não se casou e não tem um remelento não tem absolutamente nada para falar sobre o assunto. Vc se sente deslocado, percebe que a tribo costumava ser sua já não é mais. Então tenta buscar outras tribos e esbarra com pessoas mais jovens, que segundo seu julgamento idoso, só tem titica na cabeça. Além de ficar perto de pessoas mais jovens te fazer sentir ainda mais velho. Vc quer sair e quando sai só quer voltar pra casa. Viver entre o "vamos zuar" e o "não tenho mais idade pra isso".

3) Futuro: Quando somos jovens sempre nos imaginamos muito bem aos 20/30 anos, pq parecem distantes e você vai ter tempo de fazer tudo como planejado. Hoje me sinto frustrada pq não tenho nada do que planejei aos 15 anos. Se eu chegar aos 40 vou me sentir frustrada pq não vou ter nada do que planejei aos 25? Acho que o principal fator em uma crise de meia idade é justamente isso, olhar para trás e perceber oportunidades perdidas, tentar descobrir onde foi parar aquela garra que você tinha aos 18 quando entrou na faculdade. Eu nem sei onde esta meu diploma da faculdade. ¬¬ E olhar para o futuro e perceber que o tempo passa cada vez mais rápido e que suas chances de conquistar o que queria estão diminuindo.

Se você, ao ler esse post, pensou que em algum momento que se sente da mesma forma, vc pode esta em uma crise da meia idade que vc tem. Quando vc identifica que esta em crise não é ruim, te ajuda a perder menos tempo para eliminar o fator que te levou a ela.
Eu poderia terminar o post de forma otimista dizendo da experiência adquirida durante os anos e blabláblá, mas tudo que eu desejo para nós é que saibamos utilizar esse experiência adquirida para ganhar dinheiro e usar para fazer cirurgias pláticas quando seu peito estiver na barriga ou comprar viagra quando a pipa do vovô não subir mais, para colocar botox e não parecer um maracujá ou investir em vários tratamentos contra calvice, artrite, artrose... E que a encontremos alguém que ame nossas pelancas. o/

"A IDADE NÃO ESPERA."

sábado, 20 de novembro de 2010

-- VanGoghShoes --



"Bom – agora não estou mais neste ambiente, no entanto esta coisa que se chama alma pretende-se que não morre jamais, e que vive sempre e busca sempre mais e mais e ainda mais. Em vez de sucumbir de saudades, eu disse: “O país ou a pátria estão em todos os lugares".




Miserável, solitário, julgado, melancólico ativo, desprezado, solitário, louco, suicida.... Esse era Vicent Van Gogh(vivo), entre suas obras e sua biografia, pude observar algumas pinturas de sapatos, somente sapatos ali jogados. Os sapatos desgastados, com a solas rasgadas, demonstram os caminhos tortuosos por onde Van Gogh andou na sua eterna busca por seu lugar no mundo.

Sonhos de Akira Kurosawa - Corvos
O vídeo demonstra toda vida que existe por detrás da arte, seja visual ou literal. Olhando de forma superficial são apenas sapatos velhos, analisando profundamente percebemos o que significa. Existem algumas versões sobre como e pq Van Gogh teria cortado sua própria orelha, mas por certo, a que mais gostei foi a descrita nesse vídeo: 

"- Ontem eu estava tentando completar um auto retrato. 
Não conseguia acertar a orelha, então cortei e a joguei fora."

Acho que o sentido de orelha, nesse caso, não é literal, pode significar nossos defeitos ou situações e pessoas que devemos cortar e "jogar fora", para que o nosso auto retrato fique melhor com o passar dos anos.Que orelhas devemos cortar? O que tem por detrás de gestos, palavras ou nas entrelinhas deste post?
A natureza nunca é morta e minhas palavras nunca são jogadas ao vento.

“Isto renova a eterna questão: A vida é inteiramente visível para nós...?"

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

-- VidaObesa --

Ah essa vida obesa. Me lembro como se fosse hoje quando a médica disse pra minha mãe, que se eu entrasse na adolescência com um poucos quilos a mais que eu tinha na época, seria difícil perder depois. Minha mãe comprou tudo para a minha dieta, mas escondido dela eu comia horrores. O_O
Assim começa minha história obesa. Essa foi a primeira de muitas e muitas dietas doidas que fiz. E minha vida foi assim, fase da dieta e fase da engorda, nesse eterno efeito sanfona.
Nunca tive problemas por ser gordinha, homem nunca me faltou ahuahau e sempre me destaquei por outros méritos, sempre fui a melhor da sala, etc... Só faço dieta quando não estou bem comigo mesma, dieta não funciona se não for feita pra você.
"... A gente se acostuma com tudo.
A tudo a gente se habitua...
Me habituei ao pão light
À vida sem gás
O meu café tomo sem açúcar
E até ficar sem comer..."

Luciana Gimenez disse numa entrevista semana passada que: "Não sei como as pessoas conseguem ser gordas. Para ser gordo tem que ser corajoso" Coragem é meu segundo nome hein... hauahuah
Fico me perguntando, viver sem cérebro tbm deve ser difícil né Gimenez? ¬¬
Amanhã começa uma nova fase diet. Sai da dieta e agora tô me sentido enorme, hora de voltar pra dieta.
Ai vc diz que dia pra começar dieta é segunda, todo mundo que diz isso na verdade não quer começar a dieta de fato, por isso vou começar numa terça. hauahuahu Depois de me despedir comendo horrores no fds/feriado, acho q engordei uns 2kg nessa brincadeira. Sabe o que me dá raiva, daquelas magras que comem feito pedreiros e não engordam, e ainda falam pra vc que queria engordar, dá vontade de dar uma bifa nessas pessoas privilegiadas, enfim...
Sem o gosto de pizza, chocolate, picanha, sorvete, a vida perde um pouco da graça. Perde o gosto.
Cansei de ser mulher tantão... ¬¬

"Certas dietas são simples. É só cortar açúcar, frituras, massas, molhos, bebidas alcoólicas, pães, biscoitos... e os pulsos." 
(Radical Chic)

domingo, 14 de novembro de 2010

-- Apocalipse [1] --

Zumbis fazendo cooper, vampiros brilhando no sol.


Definitivamente...
Os sinais do fim se cumprem.
¬¬

-- AmorFati --

Não é a primeira vez que falo sobre "AMOR FATI" aqui no blog, mas por certo, antes eu falava com a intenção de me convencer e converter a tal. Hoje falo com experiência de causa, acho que conquistei a paz que tanto procurava, e que Nietzsche morreu buscando.

"Não querer nada de diferente do que é, nem no futuro, nem no passado, nem por toda a eternidade. Não só suportar o que é necessário, mas amá-lo".

Não foi fácil chegar até aqui, pra quem acompanha o blog, tbm acompanhou minha aflição, mas como o próprio Nietzsche dizia: "É necessário ter o caos cá dentro para gerar uma estrela."
O caminho do auto conhecimento é muito árduo, até as ideias chegarem a seus lugares tudo vira uma bagunça. No final desse caminho se encontra a verdadeira liberdade. Você só é livre se viver pelo "Amor Fati".

Hoje posso dizer que sou feliz. E olha q absurdo, não aceitei jesus para que tal coisa acontecesse? hhuhuahuhaua Hoje não tenho grandes planos para o futuro, ou expectativas, posso dizer que estou tranquila e consigo me controlar de tal forma, que eu almejava mas achava impossível acontecer.

Não vou dar as leis para ser feliz aqui, acho idiota quem tenta impor leis para as pessoas. Posso sugerir que, conhecer pelo menos um pouco sobre o funcionamento do nosso cérebro ajuda e muito, mas não caia no mesmo erro que eu, não tente, com pouco conhecimento, analisar as outras pessoas, esse processo é de auto conhecimento, e as outras pessoas não importam, o que importa é a sua reação diante dos fatos, de qualquer fato. Ame seu fardo, se estiver sozinho, ame a solidão, se estiver acompanhado ame as pessoas independente do que aconteça, não se obrigue a nem um, nem outro, simplesmente fique tranquilo, não se estresse nem crie expectativas com nada que não dependa só de você. É difícil? Sim, até você se converter.
Não me julgo melhor que ninguém, simplesmente pq não me julgo mais, só quero continuar tranquila.
 
"... Já tive carro e grana
E um monte de convites pra qualquer lugar
Hoje eu só ando a pé
Mas eu continuo a andar..."
 
Pq estou falando sobre isso? Pq ainda me surpreendo quando percebo que estou serena diante de vários acontecimentos. Estou tranquila como estou, independente do que acontece. E escutei essa música do Leoni
hoje que me lembrou meu estado: O importante é andar.
"Há uma coisa, em mim, à qual chamo coragem; e ela, até agora, sempre matou em mim todo desânimo (...)
A coragem mata, também, a vertigem ante os abismos; e onde o homem não estaria ante abismos? 
O próprio ver – não é ver abismos?
Mas a coragem é o melhor matador, a coragem que acomete; 
Mata, ainda, a morte, porque diz: “Era isso, a vida? Pois muito bem! Outra vez!”"

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

-- FlatoS --

"Ninguém é digno de seu traseiro se não assumir seus flatos."

Sempre sento a ripa no twitter aqui, mas hoje chegou o dia de elogiar seus pontos positivos. O ponto que: "Bostas cagadas não voltam para o cu." Depois de twittar, embora tenha o "delete", te aposto que alguém leu, e nem que seja uma freiada na cueca/calcinha aconteceu.
Com isso aprendemos, nem que seja na marra a pensar um pouco mais antes de falar. A menina que falou aquele monte de merda dos nordestinos não pensou e se tornou uma das maiores cagadas do ano.

Mesmo a cagada não sendo tão feia, você protegendo seus tweetts, etc.... Se seu perfil é verdadeiro você já deu aquela aliviada no twitter e disse tudo o que estava sentindo e que não interessa pra mais ninguém, já brigou com alguém, já jogou indiretas para alguém, ou simplesmente não falou nada com nada, então.... todo mundo faz isso.
Outro ponto positivo: Você tem amigos que conhece pessoalmente, que você acaba seguindo por consideração. Então, você acaba sendo obrigado a ler todas a titicas que ela escreve, quer exercício de paciência melhor que esse? Nossos odores corporais nos são quase imperceptíveis, por isso que falamos merda por horas e na flatulência de outras pessoas quase morremos, sempre fede infinitamente mais. Ok, parei com essa filosofia de banheiro. o/


Me SEGUE? huahauha
Imagem do filme "A Centopeia humana" Nojetoooo!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

-- NovelAAA --

Fazia um tempo que eu não deixava a TV ligada enquanto eu fico no note, no horário da novela Passione. Fico impressionada de ver como os programas da TV aberta(99% deles) insultam nossa inteligência.
A mocinha Carolina Dieckmann só faz por chorar, e os vilões são a banda podre da sociedade, já pararam pra pensar nos fatores psicológicos que formam um vilão? Talvez ele não seja tão ruim, só precise de um tratamento psiquiátrico. (hauhauah)
Falavam tão mal das novelas mexicanas, com mocinhas extremamentes boazinhas, chorando o tempo todo, TAPADAS e vilões que faziam maldades o tempo inteiro e geralmente eram TAPADOS tbm pq sempre são descobertos.
O que me diz de Passione? A única coisa que alguém pode aprender com essa novela é como NÃO falar italiano.
Sabe pq acho novelas uma bosta, pq tentam imitar a realidade, se as pessoas quizessem realidade, olhariam pela janela. Pq não utilizam como temas para novelas sei lá. ficção cientifica, robôtica, etc.... 
Os mesmos assuntos, pessoas muito ricas, outras muito pobres que se encontram de alguma forma, já encheu o saco. Que porra de realidade é essa? Nunca passei por nada parecido com a realidade forçada que eles pregam nas novelas.
Sabe o que me deixa mais triste, aslém de existirem pessoas para manter a audiência desse lixo? 
É existirem comediantes que conseguem fazer piadas mais sem graça que a própria novela. ¬¬

domingo, 7 de novembro de 2010

-- Conversa de Lavavo [6] --

Essa semana escutei uma frase de uma senhora enquanto esperava o bus que me fez pensar. Imagine a seguinte cena:
Ela: - OI! Quando é o próximo onibus.
Eu: - Daqui a uns 20min.
Ela: - Então dá tempo pra ir na CASA DAS EMOÇÕES?
Eu: - Ham? (Com cara de WTF?)
Ela: - No banheiro.
Eu: - Acho q dá. E enquanto ela se dirigia ao banheiro fiquei pensando, "casa das emoções"? Esse nunca tinha escutado.

Logo comecei a refletir sobre o assunto e a criar teorias. Seria casa das emoções pq as emoções são uma merda? Pra mim seria esta definição. Mas logo me lembrei de um grupo de pessoas q tem o hábito de ler no banheiro. Não faço parte desse grupo, não consigo entender qual a graça em sentar num lugar desconfortável, com cheiro nada agradável e ficar por eternos minutos ali, LENDO. Algumas pessoas tem verdadeiras bibliotecas nos banheiros, fico impressionada. Olhe pelo lado lógico da coisa, tais livros e revistas que ficam nos banheiros de seus conhecidos já conheceram coliformes fecais de várias pessoas, porqueira coletiva.
Em tese, as pessoas utilizam o banheiro para ler devido a privacidade, tranquilidade, etc. Talvez pq eu moro sozinha, não precise utilizar o banheiro para obter tais coisas. Talvez por isso não entenda essa forma de leitura tão popular no mundo todo.
A famosa casa das emoções, não me proporcionam nenhuma grande emoção. No fim não cheguei a nenhuma conclusão lógica para que o banheiro seja chamado dessa forma, a senhora não soube me explicar pq, disse que os pais dela chamavam assim(sim, eu perguntei). Se alguém souber pq, por favor, compartilhe.
Talvez, para as pessoas que tem o prazer duvidoso de ler no banheiro, seja proporcianada infinitas emoções, dependendo da literatura escolhida. ;P
“Cagar é a lei do mundo,
cagar é a lei do universo,
e foi assim cagando,
que eu escrevi esse verso!”

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

-- Saw --

“Hello… I Want to play a game!”

Semrpe quando alguma situação demora muito pra terminar acaba fedendo, assim como um cadáver que demora a ser enterrado. Não seria diferente com os filmes. Muito difícil algo maior q uma trilogia conseguir manter a qualidade, um bom exemplo(não tão bom assim) são os Jogos Mortais, que esta encerrando no sétimo filme. Não assisti o sétimo, mas pelo sexto não dá vontade de gastar $$ no cinema. Pelo menos serve de material para criatividade desse povo com tempo(adoronnn...)
  “Let the games begin...”

"GAME OVER"
P.S. Sem continue dessa vez pf. =)

terça-feira, 2 de novembro de 2010

-- DDefuntos --

Mais um feriado, por um motivo bizarro. Não quero entrar nos pq's de hoje ser feriado, prefiro me conter em dizer que, como hoje é dia dos mortos, nada mais justo, que assim como eles a gente tbm tenha algum descanso.
Estava pensando sobre morte, é um dos meus assuntos prediletos, mas me dei conta que a morte não é algo que vivi de perto. Morte de familiares aconteceram eu era muito nova para analisar algo, de parentes distantes, de amigos que não tinha mais contato, deixaram apenas uma leve saudade, um desconforto momentâneo, sem anular a importância dessas pessoas para mim ou para outros, ok?
Fiquei pensando, alguns de nós já estão mortos e se quer percebemos.  Quantas de mim já matei? Quantas pessoas já morreram pra mim? Quantas de mim já morreram?
Quando eu era pequena, como toda boa garotinha eu sonhava em me casar e ter filhos. Aquela vidinha planejada e tão sonhada pelos pais para toda menina. A primeira pessoa que me lembro de ter matado foi aquela garotinha.


Depois fui eliminando uma a uma das personalidades que me incomodavam, ou tornava a realidade mais difícil. Algumas estão em coma induzido, que consigo tirar de lá quando me é conveniente, outras o coma não é induzido, as circunstâncias as colocaram lá, e estou cuidadosamente esperando que elas voltem a vida. Não sou assassina ou suicida, tbm não acho que sou louca, talvez seja, ou talvez me conheça tão bem que assusto as pessoas
Não chore nem reze pelos mortos mais vivos que você.
Não viva pelos mortos.
Ressuscite o que for preciso, não morra em vida.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

-- NocebO --

Não é a primeira vez que escuto falar sobre EFEITO PLACEBO, sabe aquelas definições que ficam soltas em sua mente e um dia você consegue aplicação para elas? Então hoje foi um desses dias.
Assisti um filme, que a principio me parecia bobo chamado: "Minhas últimas cinco namoradas". No filme, além da análise psicológica do pq dos desastres amorosos da personagem principal, o que pra mim já era o bastante para chama-lo de filme "bom", em certo momento ele usa uma frase de Rochefoucauld:

"As pessoas não se apaixonariam nunca se não tivessem ouvido falar do amor."
 Logo... Achei minha definição perfeita para o amor romântico:
Amar é.... um efeito placebo, no meu caso NOCEBO. O_O


Explico:.
Efeito Placebo é quando algo que não tem determinada aplicação conquista resultados inesperados através de reflexos condicionados.
Condicionado quer dizer que se aprende, ou seja, é quando algo só gera determinado resultado sobre você, quando se é ensinado, ou seja tudo PSICOLÓGICO. Exemplos de Efeito Placebo são as curas milagrosas que acontecem nas igrejas ou curandeiros, comprimidos de farinha, etc. Me lembro sempre de uma orientação: Nunca leia bula de remédio, quando receitado para combater a doença X, se vc ler vai sentir todos os efeitos colaterais existentes, mesmo que existam chances mínimas. Quando o efeito é ruim, é chamado de NOCEBO

Diante de tal definição, creio que o amor, ou qualquer outro sentimento é condicionado, você aprende como se sentir em determinada situação, o que causa um efeito placebo. Não é o que realmente sente e sim o que você aprendeu sobre detrminado sentimento.
" Talvez a sensação no meu estômago não fosse amor afinal, mas sim uma infecção viral, ou intoxicação alimentar... ou ataque cardíaco."

-- DoceSolidão --

- Oi! O que vai fazer no feriado?
- Ficar alone em casa mesmo, assistindo umas séries e filmes, comendo pizza fria.
Nesse momento a outra pessoa te olha como se vc tivesse falado que esta com uma doença terminal. As pessoas sentem pena de você, só pq na percepção delas, vc ficar sozinho durante tanto tempo, vc é o ser mais infeliz do mundo.
 
Nesse feriado eu experimentei companhia, lugar diferente e nunca senti tanta falta de casa, tanta falta de mim, do que me tornei. As vezes fico me perguntando pq inconscientemente, na maioria das vezes, faço o que a maioria julga "legal", e o não o que realmente quero fazer. Depois do twitter então, parece que um quer falar que esta fazendo algo melhor que o outro. Sorry, vou me retirar desse grupo. Faço o que tenho vontade, e não é pq minha vontade não se adequa ao estilo de vida que a maioria deseja, significa que eu preciso de ajuda ou não estou bem.
De fato, a gente só se lembra que é feliz com o que tem, depois que experimenta algo diferente disso. Hoje tenho certeza que, ao contrário do que a maioria pensa, eu vivo muito bem(obrigada), alone. Que solidão
não é um problema pra mim, pelo contrário, é a solução dos meus problemas.
Fiquei pensando, quão idiota é a ideia inicial do twitter, o que vc esta fazendo agora? Eu já respondi isso literalmente muitas vezes, é mais uma forma de muitas vezes auto afirmar que dentro do conceito da maioria vc está bem, vc fez algo interessante, não era assim tbm com as benditas fotos no orkut?
E pode parecer que não, mas todo mundo já fez isso pelo menos uma vez, mesmo que inconsciente, demonstrou ser mais feliz do que realmente estava. O que vc é? O que vc tenta parecer?

"Atormentamo-nos menos para ser felizes do que para mostrarmos que o somos."
(François La Rochefoucauld)

domingo, 31 de outubro de 2010

-- DMulher --

Espero que com uma mulher no cargo mais alto do país, venham mudanças que nos beneficiem. Estou muito satisfeita com as conquistas femininas. Que Dilma faça um bom governo e que honre o nome das mulheres.
Pra mim o dia da mulher do ano de 2010 esta sendo hoje. *-----*
Agora, você mulher que não esta comemorando essa conquista: TEM QUE SER MUITO BURRA MESMO.
"Oh yes I am wise
But it's wisdom born of pain
Yes, I've paid the price
But look how much I gained
If I have to, I can do anything
I am strong (strong)
I am invincible (invincible)
I AM WOMAN!" o/

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

-- Realidade --

Acho que só hoje descobri François La Rochefoucauld. Comecei a ler sobre a vida e algumas obras dele e me pareceu familiar. Quando li que ele influenciou bastante o pensamento de Nietzsche, tá explicado né?
Os dois foram conhecidos pelo sua forma "amarga" de tratar os assuntos discutidos. Hoje uma das frases dele me deu um tapa de realismo.

"Nunca se é tão feliz nem tão infeliz como se imagina."
Nunca somos tão infelizes como supomos, nem tão felizes como havíamos esperado.

A realidade não é amarga, na verdade a realidade não tem gosto. É sonsa, sem tempero, sem finais felizes e emocionantes de filmes.
A realidade nunca chegará a altura da expectativa que criamos. Quantas vezes tive que me puxar de volta para o chão, me lembrando que não estou num filme? Que as reações ou acontecimentos seguintes não vão ser bonitinhos e me conformar com o que de fato estava acontecendo.
Ao mesmo tempo nunca será tão ruim como imaginamos. Quantas vezes você já se pegou pensando que era feliz e não sabia? Eu muitas vezes. Parece que só consigo ficar satisfeita nas lembranças.

"A vida esta em cartaz..."
E acreditem não é um filme de ação, muito menos um romance.
Mas quem sabe, a gente não consiga um Grill pra colocar na nossa pipoca?

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

-- Classificados --

Estava pensando, difícil classificar as pessoas fora de um ambiente de trabalho. Não li sobre isso em apenas um blog, até eu mesma classifiquei meus amigos a alguns posts atrás, mas a gente sempre peca quando tenta.
As pessoas não SÃO tal coisas, elas ESTÃO de tal forma, estado esse que pode ser alterado em um dia, ou alguns dias(TPM), ou durar meses e anos.
Quantas vezes já nos pegamos pensando "fulano" não é mais o mesmo? Ele mudou, ou você mudou, é uma mudança temporária? Não é?
Acho que só depois que classificam a gente de forma tão superficial é que começamos a entender esses erros. E a partir de hoje, não classifico mais ninguém(fora do trabalho, afinal esse é o meu trabalho O_O), cada um vai tomar por si só a posição que lhe cabe.

P.S. Música linda da Angra, me bateu uma saudade das músicas deles hoje. E é impossível não me lembrar de um namoradinho cabeludo e um show da "Capetão América", com o Dum cantando Rebirth na praça de Santos Dumont. *-*

"Estou atrás do que fica atrás do pensamento
Inútil querer me classificar: eu simplesmente escapulo.
Entender é sempre limitado. As coisas não precisam mais fazer sentido. 
Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é possível fazer sentido."
(Clarice Lispector)

terça-feira, 26 de outubro de 2010

-- Eleições2010 --

Prometi que não iria falar sobre política, mas não resisto. Não dá pra ver tanta merda calada.
Não sei q se tem pós em marketing ou publicidade política, o q eu sei é que a turma do Serra, por certo, não fez.
Como se já não bastasse o slogan "Serra é do bem..." e um bonequinho, eles CONTRATAM o Pastor Silas Malafaia pra fazer campanha pra ele.
Primeiro, ele ser do bem, é o minimo, mas precisam ficar repetindo isso mil vezes pra alguém acreditar? Só pq ele tem aquela cara feia? Segundo, se já sabemos que ele é feio de assustar, eu vou fazer um bonequinho dele, pra q? Pra assustar as criancinhas? O_O
E terceiro, Jesuisssssss, eu sinto nojo, vontade de vomitar toda vez que esse "Pastor" comprado começa a falar sobre o Serra.

Diante de campanhas fracas, mas nesse requisito a do Serra vence, e apela muito mais, eu prefiro a Dilma, além de ser mulher claro!
Diante de campanhas repletas de acusações e poucas propostas de governo, fico a continuidade do Governo Lula e não com um homem que fica de chororô levando umas bolinhas na cabeça, enquanto manda policiais pra cima de professores em São Paulo. Vira HOMEM Serra, Dilma vai ganhar pq literal ou não tem mais peito que vc.

Bom, eu não vou votar, pq não transferi meu título, mas me senti na obrigação de falar algo a respeito. Principalmente sobre a participação apelativa do Sr. Pastor Comprado, que me enoja e sei que vai arrastar muitos crentes ignorantes e influenciáveis. Triste realidade! Enfim, não vote em ninguém, mas não vote no Mrs. Burns cagão querendo bancar o santinho.

$erá quanto $ilas MALA Fail ganhou?
Related Posts with Thumbnails